13 e 17 de MAIO – Marcelo Onofri Quarteto

Marcelo Onofri Quarteto – “LANCELOT’S ADVENTURES”

Acrescentar a sofisticação do contraponto barroco à música de rítmica tipicamente brasileira, privilegiando as melodias e o diálogo entre elas, é marca registrada do compositor Marcelo Onofri. (ver CDs Dança – 2003 e Temporâneo – 2007).

Em 2008, apostando na autêntica pluralidade sonora gerada pela mistura dos dois teclados – piano e acordeon – iniciou novos trabalhos com os Músicos Eduardo Guimarães (acordeon) Leandro Barsalini (percussão), além do velho parceiro Gilberto de Syllos (contra-baixo), dando origem ao Marcelo Onofri Quarteto

No show “Lancelot’s Adventures” o quarteto mostra o resultado desta experimentação, que poderá ser conferido também no novo CD com lançamento previsto para junho de 2012.

“Da junção dos dois afluentes, ritmo e melodia, Onofri
navega pelo rio de sua obra. Com o raciocínio treinado por sua formação clássica, elabora para o quarteto suítes que em nada se aproximam do consagrado desenvolvimento da maioria das canções populares ou folclóricas, primeira e segunda partes ordenadas no esquema A-A-B-A. Tampouco elege o improviso desenvolvido sobre temas expostos inicialmente, tal e qual o adotado no jazz. O que Brad Mehldau, Osvaldo Golijov e Marcelo Onofri realizam em sua música exuberante não é um cross-over. Não atravessam fronteiras. Simplesmente as ignoram. Solenemente. Como no jazz e na canção brasileira, que, assim, indicam ser esse o caminho da música para o século XXI.” (Zuza Homem de Mello – Jornal Valor Econômico – 11/2010).

Marcelo Onofri – pianista, cantor, compositor e arranjador.
Estudou na Escola de Música de Brasília, no Conservatório Carlos Gomes (Campinas) e composição e regência na Unicamp. Foi o fundador do primeiro Coral Cênico da cidade de Campinas, o “Coral Látex”, e assistente do Maestro Murilo Alvarenga para o espetáculo musical “A Chorus Line”, no Rio de Janeiro em 1985. Viveu por 15 anos na Áustria, onde estudou regência orquestral na Escola Superior de Música de Viena. Posteriormente lecionou no Conservatório Carlos Gomes, em Campinas, São Paulo. Neste mesmo período, realizou trabalhos diversos culminando na gravação de dois novos CDs “Dança” (2003) e “Temporâneo” (2007), ambos contendo composições próprias assim como arranjos de obras consagradas. Foi selecionado para o 9° Prêmio Visa – Edição Compositor.

Gilberto de Syllos – contrabaixo
Bacharel em Música pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp / 2001) é o autor dos livros “Técnicas para baixo elétrico na música brasileira” (Ed. Souza Lima / 2008), e “Baião & + Ritmos Nordestinos” (Ed. Souza Lima / 2009) em parceria com os músicos e professores Carlos Ezequiel e Guilherme Ribeiro, ambos lançados em 2010 na Europa e Estados Unidos pela Editora Advance Music, com tradução em inglês e espanhol.

Em 1997, lançou o CD “Tocando Baixo”, trabalho que foi selecionado para o prêmio Sharp daquele ano.

Desde 2002 é professor da Faculdade Berklee Souza Lima, em São Paulo. Ao lado da sapateadora e saxofonista Christiane Matallo desenvolve, desde 2004, uma pesquisa que interage contrabaixo, sapateado e percussão corporal aos elementos da cultura brasileira. Com o show intitulado “da Corda pro Pé”, realizaram turnês pelos Estados Unidos (2005/06/07), e Alemanha (2009). Se apresentou e gravou inúmeros CDs com diversos artistas, como Ivan Vilela, Bloody Mary e os Caipirinhas, Paulo Jobim, Roberto Menescal, Hermeto Paschoal, Hot Jazz Club, Guilherme Ribeiro, Jason Samuels Smith (USA), entre outros.

Leandro Barsalini – bateria e percussão
Baterista e percussionista desde 1994, participou regularmente como percussionista extra na Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas e integrou o GRUPU (Grupo de Percussão da Unicamp) de 2003 a 2010.

Entre seus trabalhos, destacam-se: concertos e oficinas no BUMFest 2009 (Zalec/Eslovênia) e no IPEW (International Percussion Ensemble Week), edições 2009 e 2004 (Zagreb e Bjelovar/Croácia), apresentação nas 8° e 9º edições do Festival Brasil Instrumental em 2008 e 2009; concerto solo no “Ritmos da Terra 2008 – Mostra Paulista de Percussão” (Campinas/SP) concertos “Sinfonia Ecológica Brasileira”, junto à Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas em 2007 (Havana/Cuba), apresentação no XIV Festival de Música Instrumental da Bahia no Teatro Castro Alves (Salvador/BA) em 2006.

Desde 2008, é professor de bateria e rítmica no Departamento de Música do Instituto de Artes da Unicamp. Graduou-se em Filosofia, Música Popular e Música Erudita, e desenvolve pesquisa de doutorado sobre a bateria brasileira.

Edu Guimarães – acordeon
Eduardo Guimarães é compositor, acordeonista e pianista. Natural de Santo Antônio de Jesus – BA, reside desde 2005 em Campinas, São Paulo.

Muito requisitado como free–lancer, atua em diversos grupos de Campinas e região, como o Duo FoleRitmia, Núcleo de Samba Cupinzeiro, com a cantora Anabela, o Quinteto Café Tango, e o grupo Respeita Januário.

Apresentou-se em diversas unidades do Sesc como São Carlos, Sorocaba, Campinas, Bauru, Araraquara, Piracicaba, Bertioga, Pompéia, Santana, Vila Mariana, Presidente Prudente, Consolação. Participou como convidado do festival Música Instrumental da Bahia, e no III Encontro de cordas da Mantiqueira. No ano de 2008 lançou o primeiro CD do Núcleo de Samba Cupinzeiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s