27 e 31 de MAIO – Tripticum Brasilis Trio

Tripticum Brasilis Trio interpreta Jean Goldenbaum

Composto por Nei Silva (violão), Daniel Barbosa (violino) e Thiago Costa (viola), o trio nasceu em um distante país e em uma especial ocasião.A idéia surgiu na cidade de Vaasa, na Finlândia, onde os três músicos encontraram-se por conta de um festival de música organizado pelo maestro brasileiro Sergio Chnee e o finlandês Ville Mankkinen. A decisão de fundar um grupo de câmara acompanhou-se de um convite ao compositor germano-brasileiro Jean Goldenbaum, também presente no local por ter sido o compositor-residente do festival. Os músicos pediram que Goldenbaum
compusesse a obra de estréia do TRIPTICUM BRASILIS e assim foi feito. Em maio de 2012 o grupo interpretará a denominada Gedankenexperimentmusik 4, e outras obras deste compositor, dividindo o programa também com peças do repertório tradicional erudito.

Um tríptico consiste em um conjunto de três pinturas unidas por uma moldura tríplice que, apesar de possuírem sua independência e sua individualidade, formam juntas uma única imagem. Esta é a idéia do TRIPTICUM BRASILIS: a co-presença do individual e do coletivo, com objetivo de oferecer ao público o melhor resultado musical possível.

Daniel Fernandes Barbosa – violino
Nascido em São Paulo, é violinista há dez anos. Iniciou seus estudos no Projeto Guri, e posteriormente estudou na Casa da Música de Diadema e no Centro Cultural São Paulo. Estudou com os professores Marcelo Schneider, Luiz Gustavo Nascimento, Karen Lena Hanai, Magdalena Scatollini entre outros.Participou dos Festivais de Ourinhos-SP e FMDE – Bragança Paulista-SP. Ainda como instrumentista tocou nas Orquestras Jovem de SBC, Jovem Municipal de São Paulo e Camerata Vitta onde participou de uma turnê pelo Uruguai. Como regente iniciou seus estudos no Conservatório Heitor Villa-Lobos (São Paulo) com Anderson Posso e Rodrigo Vitta. Participou de works-shops com Luthero Rodrigues e Dario Sotelo.

Em 2010 regeu o Coral CCSP e a Orquestra Filarmônica Jovem de SBC no concerto de encerramento da oficina coral CCSP. Em 2011 regeu a Wasa Sinfonieta no concerto do International Conducting Master Course Wasa Sinfonieta – Vaasa Finlândia, onde também participou como aluno ativo do Festival.

Nei Silva – violão
Nasceu em Carapicuíba/SP. Formou-se Bacharel em Música pela Faculdade Mozarteum de São Paulo e Regente de Coro pelo Centro de Estudos Musicais Tom Jobim (ULM). Desde fevereiro de 2009 atua como Professor de Educação Musical no Ensino Fundamental em Barueri/SP. Conquistou o 2º lugar no concurso Professor Giz de Ouro nas edições 2010 e 2011 com os projetos “Educação Musical Uma missão Apaixonante, e “Camerata e Coro Fundamental – A Música dos Grandes Mestres”.

Em Janeiro de 2011 esteve na Finlândia participando do I FIRSC na cidade de Vaasa (Finlândia) onde regeu a obra Ode To Friendship do compositor Jean Goldenbaum com a Orquestra Wasa Sinfonietta. Participou também como violonista convidado da Guitar Evening no mesmo festival, com destaque para a interpretação da obra Gedankenexperimentmusik1 do mesmo compositor, em estréia mundial.

Atualmente é aluno do Curso Livre de Regência Orquestral, sob a orientação do Professor Sergio Igor Chnne e do curso de pós-graduação em Educação Musical, sob a Cordenação de Aída Machado, ambos na Faculdade Cantareira.

Thiago Costa Santos – viola Iniciou seus estudos de música aos 13 anos como aluno do Método Jaffé de Ensino Coletivo de Cordas, onde teve aulas de violino com Renata Jaffé.

Integrou a Orquestra Acordes Pão de Açúcar, regida pelo maestro Daniel Misiuk, com a qual se apresentou em diversos festivais de música, como o Festival de Inverno de Campos do Jordão, Festival de Música de Santa Catarina e Oficina de Música de Curitiba/PR.

Posteriormente participou de outros grupos como a Camerata Vitta e a Orquestra Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo.

Desde 2007 estuda com Alejandro de Leon na Escola Municipal de Música e é aluno do curso de Licenciatura em Música na Faculdade Santa Marcelina.

Jean Goldenbaum – compositorNasceu em São Paulo e iniciou seus estudos musicais aos dez anos de idade, através de aulas de piano e violão. Porém sua ânsia por criar logo o levou a dedicar a sua carreira inteiramente à Composição Musical. No Brasil teve como principal professor o regente e compositor Sergio Chnee. Sua formação musical deu-se entretanto em sua maioria na Alemanha, onde Goldenbaum estudou Musicologia na Universität Augsburg (Universidade de Augsburgo). Ainda ligado a esta instituição, onde trabalhou como docente lecionando aos alunos de graduação (2007-2008), dedica-se atualmente ao seu doutorado na área de Musicologia Composicional e Histórica, sob a orientação do Prof. Dr. Johannes Hoyer.

Desde 2011, Goldenbaum é o professor de Composição da Escola de Música de Piracicaba Maestro Ernst Mahle, sucedendo o posto do Maestro Ernst Mahle. Tem proferido palestras tanto no Brasil quanto na Europa sobre a criação musical e atualmente trabalha também em seu primeiro livro, que traz suas reflexões sobre Filosofia da Música, Estética e Poética Musical. Goldenbaum divide seu tempo de residência entre Brasil e Alemanha, realizando seus projetos musicais em ambos os países.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s